Cá estou eu, sentada, olhando para a tela e me perguntando o que escrever; eu não sei exatamente porque comecei um blog em 2021, mas aqui estamos. Francis está sentado sobre a minha mesa, ele é a minha caneca, com a forma do crânio de Francis Drake, ou assim me disseram em Santo Domingo onde eu a comprei.

E esta é a dupla de quem você vai ler um texto: uma bruxa ficcionista o crânio de um pirata. Parabéns! Você oficialmente não tem nada melhor pra fazer. No entanto, acho que foi o título que te trouxe aqui, certo? E agora você gostaria de saber por que eu estou dizendo que sou um garoto e se eu, sinceramente, acredito que os homens são incapazes de amar?

A resposta é não. E não.

Back in the day, I thought, that men couldn’t love, yes. The result of this was me breaking the hearts of good boys, legitimately believing that they had no feelings, that they were only interested in what was under my pants, and that that particular part of the body could have been mine or someone else’s. So, it was okay to be rude and end from nothing, isn’t it?

Fato é que em uma sociedade que valida tanto as características masculinas, eu, como mulher que gostaria de ser levada a sério pela qualidade do conteúdo intelectual que sai de seu cérebro acabei me vendo vítima do "feminicídio interno", aquele em que você mata o Feminino dentro de si pra ser levada a sério. Logo, eu abdiquei e sufoquei meu eu mulher para ter a minha inteligência aceita.

Tornei-me um menino. E foi assim que tudo aconteceu...

Desde sempre – nos ouvidos do meu inconsciente – minha sociedade sussurra,

em alvoroço, seu eco esquecido, de esgoto de fundo de poço. Repete suas verdades empurradas pela alma a puro fel. Isso, como se fossem suas as verdades vindas do céu. Como o fantasma de uma vítima do mau senso, toda noite me assombram, pra me dizer que meninos não amam.

Contestei com Vinícius, Cartola e Jobim. Percebi, logo de cara, que ela é surda para os fins.

“Sim… – soam as vozes de personalidade insossa – Mas não se engane, moça: de amor só se fala da boca pra fora. Não acredite nos meninos, nos de hoje ou de outrora. Eles pensam com a cabeça errada. Te trocam por qualquer noitada. Não se importam com nada. Escute nosso conselho, moça – que a sociedade jamais se engana –: traia antes que te traiam, pois neste mundo é só a mulher que ama.“

Acontece, que, por mera ansiedade, descobri-me, eu mesma um quase-menino, na mais tenra idade.

Ah, então, é assim? Pois bem. Se você quer ser um menino, moça, não pode amar também.

O fundamentalismo é um bumerangue de aço. Tenha certeza de arremessá-lo com força, pra que ele volte e te arranque o braço. Se você acha que pode pensar como um homem, trate de agir como um: não chore. Não se entregue. Minta. Não mergulhe. Negue. E não sinta.”

Minha sociedade me excluiu da vida perfeita. Não achei ruim, confesso; toda vida que eu via era mesmo é malfeita.

Se a mulher ama em se sacrificar, que me permitissem os deuses jamais ser capaz de amar. A entrega à liberdade me estava acima dos outros. Como poderia eu, então, viver de espera? Era como morrer aos poucos. 

Me esperavam os meninos, por fim. Mas eles não amam mesmo; não é assim? Os observados casamentos eram à minha felicidade, nada mais que xingamentos. Dos amores glorificados pela minha sociedade, eu fugi. Corri. Me escondi.

“Não corra. Te enforcamos com um propósito! … Só, por favor, não morra.

Atenda às expectativas que depositamos em você. Não seja frágil o suficiente a ponto de querer. Pra ser mulher, que é homem, moça, você tem que desaprender a sofrer. “

Aos sentimentos eu renunciei. Não deixei. Não quis. O amor nesse mundo, minha gente, só deixa cicatriz.

Já no mundo virtual, sorrisos do casal. Minha sociedade aplaude sua cumplicidade. Em exaustão. Comenta sua aprovação. Mas eu sei, que o moço sem brilho no olhar, já faz um ano querendo se separar.

„Qual é o problema, moço? Levante sua cabeça! Ela te ama. Pronto. Está feito. Você é o eleito, ora, dê-se por satisfeito! Não importa se o único sinônimo do seu relacionamento é ‚defeito‘. Sufoque-se sempre, se deixe levar. Você é um menino, moço, não tens o direito de amar. Se apegue em oração, e esqueça a moça, aquela outra, a que roubou seu coração. Afaste-se dela! Seu universo não pode ser controlado. Logo, tudo o que fizer com ela, moço, já vá sabendo que é errado. Se ela tem prazer em sentir, aposte que ela te engana. Uma moça livre na mente, rapaz, só pode ser leviana.“

Minha sociedade não cede e se excede.

A tudo ela me quis obrigar: a ser correta, moça de bem, esperta; a ser infeliz e a não amar. Por rebeldia e ousadia, decidi que ela não tinha o direito; e na soma de suas hipocrisias, acabou por perder meu respeito.

Ela insiste, me agride. Cega em seu moralismo, perde a cor e não progride. Me esmurra sua covardia, se vangloria da picardia. Idolatra suas mortas instituições. Seca e afoga condenados corações.

Ela infama, a mim, o menino que ama; pois o assassinato da alma não pode parar:

“Não queremos te ajudar; só aprendemos a julgar.

O fundamentalismo é um bumerangue, moça. E nós não sabemos jogar.”

Take a second to support on Patreon!
pt_BRPT

PRIVACY POLICY
C.A. Saltoris™ (pseudonym for Ariane de Melo) and Ariadnefaden UG is committed to safeguarding your privacy as related to the use, visitation or browsing of C.A. Saltoris‘ website. Please read the following Privacy Policy (“Privacy Policy”) to understand how your personal information will be treated as you make full use of the C.A. Saltoris Website. Details about Google CAPTCHA (used for spam protection of the contact form): https://policies.google.com/privacy

CONSENT
By using this Website, you consent to the collection and use of the information as described herein. If we decide to make changes to this Privacy Policy, we will post the changes on this page so that you will always know what information we collect, and how we use it. By using the Website subsequent to such changes, you consent to this Privacy Policy and the website’s Terms of Use.

EMBEDDED CONTENT FROM OTHER WEBSITES
Articles on this site may include embedded content (e.g. videos, images, articles, etc.). Embedded content from other websites behaves in the exact same way as if the visitor has visited the other website. These websites may collect data about you, use cookies, embed additional third-party tracking, and monitor your interaction with that embedded content, including tracking your interaction with the embedded content if you have an account and are logged in to that website. We use Facebook, Twitter and Instagram Widgets as well as embedded YouTube Videos.

GATHERING AND USE OF PERSONAL INFORMATION
C.A. Saltoris does not collect personally identifying information about any individual except when knowingly provided by any such individual. If you do not want us to collect any personal information, do not submit it to us. If you choose not to provide the information we request, you can still visit most of the C.A. Saltoris Website, but you may be unable to access certain options and services or make any purchases of products or services. Your personal information may be stored and used by C.A. Saltoris to provide products or services to you and to contact you with respect to transactions conducted through the Website. We will not sell, rent or disclose your personal information to our business partners, suppliers, vendors or other third parties without notifying you of our intent to share the information and giving you an opportunity to prevent your information from being shared. We may, however, disclose information about our users when we believe, in good faith, that the disclosure is required by law.

GATHERING BROWSER LEVEL INFORMATION
Our Web server automatically collects information about a site user’s IP address, browser type and referrer (collectively, “Browser Level Information”) by reading this information from the user’s browser (information provided by every user’s browser). We store and use Browser Level Information, in the aggregate only, to diagnose problems with our Web server, to improve and track the success of the Website and to provide content of interest to you. Browser Level Information is automatically logged by most Websites. We may share Browser Level Information with advertisers or other third parties, including our business partners, suppliers, and vendors, on an aggregated basis without revealing any personally identifiable information and without the consent of any user.

USE OF COOKIES
C.A. Saltoris may use cookies solely to track user traffic patterns throughout C.A. Saltoris' Website. Cookies are small electronic files that a website may transfer to the user’s computer and are used for record-keeping purposes. A cookie file can contain information, such as a user identification code, that the site uses to track the pages you have visited. Most Web site browsers automatically accept cookies; however, if you would prefer not to receive cookies, your browser can be set to warn you before accepting cookies and refuse the cookie when your browser alerts you to its presence. You can also refuse all cookies by turning them off in your browser. If you choose to have your browser refuse cookies, it is possible that some areas of our Website will not function properly when you view them.

THIRD PARTY SITES
The C.A. Saltoris Website may contain links to other sites. C.A. Saltoris does not share your personal information with those Websites and is not responsible for their privacy practices. To the extent hyperlinks are utilized to access external or third party Websites, you should be aware that these external or third party Websites are not controlled by C.A. Saltoris and, therefore, are not subject to this Privacy Policy. We encourage you to learn about the privacy policies of those companies. We do not necessarily endorse, and are not responsible for, any third party contact that may be accessed through the C.A. Saltoris Website.

INFORMATION SECURITY
C.A. Saltoris is concerned with the security of the personally identifiable information we have collected and had in place reasonable measures to prevent unauthorized access to that information. These measures include policies, procedures, and technical elements relating to data access controls. In addition, C.A. Saltoris uses standard security protocols and mechanisms to exchange the transmission of sensitive personal information. Although C.A. Saltoris has endeavored to create a secure and reliable Website, the confidentiality of any communication or material transmitted via the Internet cannot be guaranteed. Accordingly, you should consider carefully if you want to submit sensitive information via the Internet.

HOW TO CONTACT US
If you have any questions about our Terms of Use or Privacy Statement, please contact us via the contact form.
This Privacy Policy may change from time to time, so please check back periodically.